Tarde Down leva inclusão e entretenimento para crianças e adolescentes com a síndrome

Uma tarde especial e com muito entretenimento foi preparada para crianças e adolescentes com Síndrome de Down, nesta sexta-feira, 23/3, no Parque Cidade da Criança, bairro Aleixo. O evento encerrou a programação da 4ª Semana Municipal da Síndrome de Down promovida pela Prefeitura de Manaus, por meio do Fundo Manaus Solidária e da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh).

Pintura de rosto, cinema, teatro e dança fizeram a alegria das crianças e adolescentes, que estampavam um sorriso cativante em meio às brincadeiras e apresentações de palhaço e personagens infantis do Parque Cidade da Criança.

De acordo com o secretário da Semmasdh, Elias Emanuel, o Departamento de Direitos Humanos (DDH) do órgão preparou, durante toda a semana, ações que divulgaram formas de inclusão das pessoas com a síndrome.

“O preconceito é a maior barreira. Essa programação foi preparada para que a sociedade se conscientize do quanto é importante nós quebrarmos essas barreiras e trabalharmos pela inserção dessas pessoas na sociedade. Nosso gesto concreto este ano é a construção do primeiro Centro Dia que vai atender pessoas com deficiência na zona Leste. Um avanço significativo na caminhada da inclusão e dos direitos da pessoa com deficiência, como determinou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto”, destacou Elias Emanuel.

Para Augusto Mota, que há cinco anos luta pela causa com o seu filho, a programação é importante porque reúne pais e filhos em momentos de descontração, mas também de discussão a respeito da síndrome.

“Lutamos contra o preconceito e somos a favor da inclusão. Esse tipo de evento traz esperança para nós pais, que muitas vezes não temos condições de requerer direitos. Além do incentivo da Prefeitura de Manaus, os pais devem estar presentes no dia a dia de seus filhos”, disse.

A Semana teve como parceiros o Fundo Manaus Solidária, Associação dos Pais e Amigos do Down no Amazonas (Apadam), Sociedade Pestallozi, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Associação de Apoio às Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais (AAPPNE), Associação Síndrome de Down de Manaus (ADMAN), Abrigo Moacyr Alves e Secretaria Municipal de Educação (Semed).

—–

Texto: Alexsandro Machado

Fotos: Marinho/ Semcom

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHsmePTTzB