Prefeitura dá início às ações do ‘Agosto Dourado’ com abertura da Semana Mundial de Aleitamento Materno

Que o leite materno é o melhor e mais rico alimento que a criança, até os seis meses de vida, deve receber grande parte da população sabe, porém é preciso que seja feito sempre o reforço das informações quanto aos benefícios que esse alimento proporciona para mães e bebês. E essa é a principal razão de ser do Agosto Dourado, que este ano traz como tema ações da Prefeitura de Manaus “Aleitamento Materno é a base da vida”.

A abertura da campanha de incentivo à amamentação foi feita na manhã desta quarta-feira, 1/8, na Maternidade Dr. Moura Tapajóz, Compensa, zona Oeste, pela presidente do Fundo Manaus Solidária e primeira-dama de Manaus, Elisabeth Valeiko Ribeiro e pelo secretário municipal de Saúde (Semsa) Marcelo Magaldi. A solenidade marcou ainda o início das ações da Semana Mundial de Aleitamento Materno, que seguem até a próxima quarta-feira, 8, dentro da programação do Agosto Dourado.

Durante a abertura da campanha, Elisabeth Valeiko falou sobre a importância das ações integradas – governo, sociedade civil organizada, organizações de classe, profissionais de saúde e família – para o ganho da qualidade de vida de mães e bebês, e destacou a importância da amamentação nos seis meses de vida de uma criança, ao dar testemunho de sua experiência como mãe.

“Tenho cinco filhos e amamentei meus cinco filhos até os seis meses de vida. Nem água eu dava, era só leite mesmo e nunca nenhum deles ficou doente, enquanto eu estava amamentando. Mães, não desistam de amamentar seus filhos. Algumas têm mais dificuldades que outras, mas não desistam. É importante que possamos valorizar e compreender a importância da amamentação para a mãe e para a criança”, afirmou.

Ela também chamou a atenção para o ato de que ao amamentar a mãe aumenta o vínculo materno com a criança, o que envolve carinhos e cuidados. “Um bebezinho quando está no colo de uma mãe só precisa ser amamentado e receber carinho. Amamentar é alimentar sim, mas também envolve muitos outros sentimentos e nós temos que falar sobre a importância da amamentação todos os dias, é preciso lutar pelos nossos bebês todos os dias”, pontuou.

Ao longo da campanha Agosto Dourado, os profissionais de saúde deverão reforçar o incentivo ao aleitamento materno no pré-natal, nas maternidades, no atendimento médico, no acompanhamento da primeira semana de vida da criança e em outras atividades de rotina dos serviços de atendimento. Durante a programação, além das mães, os pais, os responsáveis e demais familiares serão conscientizados quanto a importância da amamentação pelo menos nos primeiros seis meses de vida do bebê.

Conforme o secretário da Semsa, Marcelo Magaldi é comprovado cientificamente que a criança que é bem tratada na primeira infância contribui para a melhoria da sociedade como um todo, isso porque tende a se tornar um adulto melhor desenvolvido, física e psicologicamente, a ter um grau de escolaridade melhor, entre outros fatores que contribuem com a coletividade.

“A criança que é amamentada, que é acalentada, bem tratada na primeira infância tende a ser um adulto com um melhor desenvolvimento e esse é também um dos objetivos do Agosto Dourado. Os benefícios que o ato de amamentar gera para a sociedade são imensuráveis e estimular o cuidado na primeira infância é uma política social incrível e de grande alcance”, observou.

Envolvimento

De acordo com a chefe do Núcleo de Saúde da Criança e Adolescente da Semsa, enfermeira Ivone Amazonas, além de ações desenvolvidas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a Semsa irá realizar atividades envolvendo crianças em creches, cuidadores, profissionais de saúde, de educação, organizações governamentais e da sociedade civil organizada.

“É essencial promover o envolvimento do maior número possível de instituições na promoção do aleitamento materno, já que é responsabilidade de toda a sociedade garantir o crescimento, o desenvolvimento e a sobrevivência das crianças. O dourado, do Agosto Dourado, representa o valor do leite materno para o bebê. Quando estimulamos a amamentação não reduzimos só a mortalidade infantil, reduzimos também a mortalidade materna”, pontuou.

Durante o evento, Maria Simoni Silva Dantas, 20, foi homenageada com uma placa de “Mãe doadora do ano”, em reconhecimento a doação de 13.550 mililitros de leite materno para o Banco de Leite da Maternidade Dr. Moura Tapajós. Ela se disse surpresa ao saber da marca e ao mesmo tempo feliz.

“Fiquei feliz em saber que pude ajudar tantas outras crianças e suas mães. Sempre que faço isso penso que poderia ser a minha filha que precisasse e eu também gostaria que outra mãe fizesse isso por ela”, falou a mãe da pequena Ayla Samily Dantas, de cinco meses.

Também participaram da solenidade de abertura do Agosto Dourado a representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Luiza Teixeira e a presidente da Sociedade Amazonense de Pediatria (Saped), Helena Marta.

Programação

A Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM), comemorada sempre na primeira semana de agosto, foi lançada pela Aliança Mundial para Ação em Amamentação (WABA – World Alliance for Breastfeeding Action), em 1992, com o objetivo de dar visibilidade à amamentação, incentivando o envolvimento de grupos e instituições de todo o mundo para a discussão sobre o tema.

Em abril de 2017, Congresso Nacional sancionou a lei nº 13.435, de 12 de abril de 2017, instituindo o Agosto Dourado como o mês do aleitamento materno. Em Manaus, foi sancionada a Lei Nº 1.925, de 13 de novembro de 2014 que instituiu, no Calendário Oficial do município, o Agosto Dourado, Mês de Reflexão sobre a Importância do Aleitamento Materno.

— — —

Texto: Michele Gouvêa /Manaus Solidária e Jade Leite /Semsa

Fotos: Alex Pazuello /Semcom

Disponíveis emhttps://flic.kr/s/aHskFvq9iw

E Karla Vieira/Manaus Solidária

Disponíveis emhttps://flic.kr/s/aHsmkaauLA