Prefeitura cede terrenos para instituições sociais e sede recebe iluminação azul

O prefeito Arthur Virgílio Neto e a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, realizaram o acendimento das luzes azuis que iluminam o prédio da Prefeitura de Manaus em alusão ao Dia Mundial da Conscientização do Transtorno do Espectro Autista, celebrado mundialmente em 2 de abril. Ainda nesta terça-feira, o prefeito também assinou o Termo de Concessão de Direito Real de Uso em favor de duas organizações sociais ligadas ao atendimento de autistas e Pessoas Com Deficiência (PCDs).

No momento do acendimento das luzes, o prefeito e a primeira-dama estavam acompanhados por Ingrid Eduardo Pimentel e Pedro Joaquim Rodrigues Araújo, ambos autistas que recebem atendimento no Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy (EAMAAR), referência nacional no atendimento de pessoas com espectro autista. O local é administrado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), que atua em conjunto com as políticas públicas da Saúde (Semsa), Educação (Semed) e esporte e lazer (Semjel), realizando atendimento para crianças e adolescentes, na faixa etária de seis meses a 14 anos de idade,com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).

“Nós temos um compromisso com inclusão e com o pouco que temos já fizemos o EAMAAR, referência no atendimento aos autistas, e tomamos outras medidas pela causa”, disse o prefeito ao se referir à lei municipal que obriga a aplicação do questionário M-Chat nas unidades de saúde e creches municipais para diagnóstico precoce do autismo.

Apoio a organizações sociais

Antes do acendimento das luzes, o prefeito Arthur e a presidente do Fundo Manaus Solidária assinaram o Termo de Concessão de Direito Real de Uso em favor da Associação de Amigos do Autismo no Amazonas (AMA) e da Federação das Associações de Apaes do Estado do Amazonas (Fenapaes). A cessão das áreas, uma no loteamento Cachoeira Grande e outra no Loteamento Vila Suíça, foi intermediada pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) e pela Procuradoria Geral do Município (PGM).

Emocionada, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro lembrou que foi procurada pelas instituições no ano passado e, após avaliar a proposta de cessões dos terrenos, solicitou que Implurb e PGM dessem os encaminhamentos legais, inclusive com as alterações necessárias na Lei Orgânica do Município (Loman), para que se concretizasse a concessão.

“Isso representa a grandeza e a sensibilidade do prefeito Arthur em entender a importância da concessão desses terrenos. Fico emocionada e grata pela oportunidade de poder ajudar, pois estamos aqui para servir essas pessoas. Sei que esses espaços representam muito, não só para a Apae e a AMA, mas para todos os familiares de quem é atendido nesses espaços. Isso só nos motiva a fazer muito mais pela cidade e pelas pessoas que mais precisam”, disse Elisabeth.

Pelo Termo de Concessão de Direito Real de Uso as instituições poderão utilizar o espaço por 20 anos, prorrogáveis pelo mesmo período. As áreas só poderão ser utilizadas para as atividades assistenciais e sociais das instituições.

Amigos do Autismo

O representante da Associação de Amigos do Autismo no Amazonas (AMA), o vice-presidente Raimundo Carlos Silva, disse que a concessão representa uma vitória para todos os 33 alunos, com idade de 8 a 42 anos, atendidos pela instituição. “É a realização de um sonho. Toda a família sonha com a casa própria e a AMA, sendo uma família, precisava de um espaço próprio. Agora que temos isso em mão seguimos firmes na luta pela construção da nossa casa nova. Estamos muito felizes pelo o envolvimento da Prefeitura de Manaus e pelo apoio da Câmara Municipal”, disse.

O terreno cedido à AMA possui 11.232 metros quadrados e fica localizado no Loteamento Cachoeira Grande, bairro Novo Aleixo, na Rua Cataratas de Iguaçu, s/n. A instituição funcionava há 21 anos em uma área no Ramal Bela Vista no Puraquequara, que está sendo agora pedida de volta pelos proprietários.

 

Fenapaes

A Presidente da Federação das Associações de Apaes do Estado do Amazonas (Fenapaes),Maria do Perpétuo Socorro Castro Gil, destacou que com a nova área, o objetivo agora é criar um espaço em que as pessoas com deficiências intelectuais e múltiplas possam ser acolhidas e ter suas potencialidades exploradas, onde serão oferecidos serviços de Assistência Social, Direito, Educação Física, Pedagogia, Saúde e outros.

“Quando nós encontramos quem acredita na causa das pessoas com deficiência, como a primeira-dama e o nosso prefeito, tornamos esse momento ímpar. Esse benefício irá se estender para as outras instituições. Isso nos fortalece e mostra que não foi em vão nossa luta. Isso representa uma grande oportunidade para termos nosso espaço, realizar novos serviços e engrandecer a pessoa com deficiência e potencializar suas qualidades”, disse a presidente.

— — —

Fotos: Mário Oliveira / Semcom

Assinatura do Termo de Concessão

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHsmCxkotu

Iluminação da Sede da Prefeitura