Prefeito estende corte de despesas até 31 de dezembro

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, a partir do Decreto nº 4.872, publicado no Diário Oficial do Município desta quinta-feira, 30/7, estendeu prazos e estabeleceu novas medidas de contingenciamento, proibindo despesas no município, estabelecendo metas de redução e de renegociação de contratos, até dezembro. O decreto suspende, até 31 de dezembro, autorizações e concessões de pagamentos extras e novas nomeações e mantém as determinações de redução das despesas de custeio e redução contratual de 25%.