Pacientes do GACC visitam Museu da Cidade de Manaus

O Museu da Cidade de Manaus recebeu nesta quinta-feira, 7/11, crianças e adolescentes atendidos pelo Grupo de Apoio à Criança e ao Adolescente com Câncer do Amazonas (GACC-AM). A visita faz parte do projeto “Uma Tarde no Museu”, idealizado pelo Fundo Manaus Solidária, sob a coordenação da presidente e primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, que dá oportunidade a pessoas de todas as idades, atendidas por organizações sociais, de visitarem e conhecerem um pouco mais sobre o espaço, localizado no Centro Histórico de Manaus.

Acompanhados por familiares e profissionais da instituição, os pacientes, com idades entre 5 e 16 anos, chegaram ao museu com muita curiosidade sobre o que estava por vir. Todos os participantes dessa edição são pacientes hospedados na Casa de Apoio do GACC-AM que estão em Manaus para se submeterem a atendimentos de saúde. Os pacientes vieram de outros municípios, Estados e países, tornando a visita ainda mais especial, uma vez que para maioria foi o primeiro contato com a história da cidade.

Yerard, de 16 anos, é venezuelano e veio para Manaus há cerca de quatro meses acompanhado da mãe para dar início ao tratamento contra o câncer. “Gostei muito da visita. Minha matéria favorita na escola sempre foi história, então tenho muito interesse em saber sobre as pessoas dos tempos passados, os presidentes, prefeitos, e tudo mais. Não tive muito contato com espaços culturais em meu país, mas estou adorando ter essa oportunidade aqui”, comentou.

Conforme a assistente social do GACC-AM, Simy Essucy, as atividades externas são essenciais durante o tratamento dos pacientes. “Visitas como essa fazem com que eles se desliguem um pouco da questão do tratamento e é um momento de lazer, de descontração, muito importante para eles, então eles sempre aproveitam bastante”, resumiu.

Junto ao grupo também estavam presentes os estagiários de nutrição que atuam na instituição, dando o apoio necessário na concepção da rotina alimentícia dos pacientes. Mateus Dias, um dos estagiários, afirmou ser gratificante poder trabalhar no apoio a pessoas com câncer e também poder participar de atividades como “Uma Tarde no Museu”.

“É algo que me traz muita alegria, porque gosto de ver o sorriso de cada um. Apesar de ser uma situação difícil para eles, o que nós pudermos fazer para dar suporte, nós faremos. Esse aqui é um desses momentos”, afirmou o jovem de 22 anos.

O Museu da Cidade está aberto de terça-feira a domingo, das 9h às 17h, com última visita se iniciando às 16h20, e está localizado em frente à praça Dom Pedro II, no Centro Histórico de Manaus.

— — —

Texto – Daniel Brito / Manaus Solidária

Foto – Divulgação / Manaus Solidária