Notícias

Prefeitura de Manaus leva ação do ‘Natal das Águas’ à orla do Educandos

A Prefeitura de Manaus, por meio do Fundo Manaus Solidária (FMS), em parceria com a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), realizou, na noite desta quarta-feira, 14/12, uma ação do “Natal das Águas, Luz da Esperança”, na orla do bairro Educandos, conhecida como Amarelinho, localizado na zona Sul da capital amazonense.

Para levar o encanto do Natal aos moradores, o Fundo Manaus Solidária acendeu na orla do Amarelinho, a balsa natalina que realiza a entrega de presentes aos moradores da zona ribeirinha da cidade.

De acordo com o presidente do FMS, Emerson Castro, essa ação só confirma o compromisso da gestão municipal de contemplar toda a capital com as ações de fim de ano.

“É muito gratificante estar em um trabalho como este, uma ideia maravilhosa do nosso prefeito David Almeida, em que as crianças podem ver e sentir a alegria do Natal, o sentimento de renovação e esperança. Além disso, eles podem ver o nosso majestoso rio Negro iluminado. Isso é mágico”, afirmou Castro.

De acordo com o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, trazer o projeto “Natal das Águas – Luz da Esperança” para a orla do Amarelinho, no Educandos, atende os anseios da comunidade que há muito tempo lutava para transformar a sumaumeira, plantada por eles há 19 anos, numa árvore de natal. A espécie, que tem aproximadamente 10 metros de altura e sua copa 3 metros de diâmetro, recebeu a ornamentação natalina da Prefeitura de Manaus.

“Trata-se de um momento ímpar para a comunidade do bairro de Educandos. Há muito existe uma luta de transformar essa sumaumeira em uma árvore de natal. Isso só foi possível de ser feito durante esta gestão do prefeito David Almeida, que orientou trabalharmos na transversalidade. No próximo ano, vamos trabalhar para que possamos ter a balsa com o presépio circulando desde lá no Bom Sucesso, no Puraquequara, na Colônia Antônio Aleixo, passando aqui na frente de Educandos, para então subir em direção ao Rio Negro, visitando as comunidades”, concluiu.

Presente na orla do Amarelinho, a assistente administrativo Ketlen Cristina, 27 anos, aprovou a iniciativa da Prefeitura de Manaus, principalmente por proporcionar a chance das famílias mais carentes de acompanhar as ações realizadas pelas diferentes zonas da cidade.

“Achei a ação muito linda e importante, porque tem muitas crianças do bairro que não tem acesso a essas estruturas natalinas, como a da Ponta Negra e a do Largo São Sebastião. E ver isso aqui no bairro é um encanto. É lindo. Acaba sendo uma inclusão. Além disso, a balsa é bem iluminada. Chama a atenção. Ela está longe, mas a gente consegue enxergar os detalhes perfeitamente. Muito linda”, finalizou Cristina.

— — —

Texto – Thiago Fernando / Semcom e Emanuelle Baires / Manauscult

Fotos – João Viana / Semcom

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHBqjAjaJC