‘Noite Africana’ é promovida em reconhecimento ao Dia Nacional da Consciência Negra

Com toda certeza, quando se pensa em Brasil, a primeira coisa que vem à mente é a diversidade de cultura e etnias que se encontram em nosso território. O dia 20 de novembro foi a data escolhida para reconhecer e refletir sobre a importância dos negros para a cultura do país, mas é no dia 14 de novembro que o Fundo Manaus Solidária, Semed e Seduc promovem a “Noite Africana”, no Parque Municipal do Idoso, Adrianópolis, zona centro-sul de Manaus.

O evento tem como intuito alavancar a valorização das raízes africanas do nosso país, promovendo a diversidade étnico-cultural para disseminar conhecimentos, posturas e valores quanto à riqueza da cultura africana. As atividades dão início às 17h e encerram às 20h, e contam com apresentações culturais de escolas municipais e da Seduc, movimentos sociais e convidados, além de exposição de painéis, bonecas africanas, banners explicativos e barracas com comidas típicas.

Arte Comunidade temático

Em maio de 2018, o Fundo Manaus Solidária, em parceria com Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), promoveu uma edição do Arte Comunidade com a temática da Consciência Negra. Montado pelos recreadores do Parque Cidade da Crianças, foi apresentado o conto africano “A história da galinha de Angola”, repleto de referências sobre a luta negra pelo reconhecimento de sua identidade cultural, social e histórica.

Texto: Nicole Baracho / Manaus Solidária

Foto: Karla Vieira / Manaus Solidária