‘Natal do Abraço’ faz adaptações em sua programação e fortalece o espírito natalino

O Natal do Abraço 2020, da Prefeitura de Manaus, já tomou as ruas da cidade e neste ano irá mostrar à população que o ato de abraçar vai além do gesto físico, especialmente por conta da pandemia do novo coronavírus. É com essa proposta que o Natal do Abraço 2020 se apresenta como um difusor de mensagens de fé, amor, esperança, além de despertar sentimentos de solidariedade, amor ao próximo, respeito e empatia na sociedade, por meio do resgate do espírito natalino.

“O abraço para mim é o gesto que mais transmite afeto, carinho, amor e por isso, desde 2017, nós imprimimos o abraço na nossa campanha de Natal. Fizemos isso para reforçar todos os bons sentimentos que se fortalecem nesse período. O Arthur e eu entendemos que abraçar não se resume apenas ao gesto físico, o conceito vai muito além, é também simbólico, representativo e mais abrangente que o contato físico entre pessoas. O abraço pode ser entendido ainda como práticas solidárias, de atenção ao próximo, de apoio às causas e às pessoas, e por isso, o Natal do Abraço é também um incentivo ao resgate do verdadeiro espírito natalino”, resumiu a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro.

O resgate proposto pelo Natal do Abraço se dá por meio dos três eixos de atuação: o “Espírito de Natal”, as “Noites Felizes” e os “Almoços Solidários”.

O primeiro eixo é voltado à ornamentação da cidade, com luzes, guirlandas e enfeites nas ruas, avenidas, viadutos, além das grandes árvores de Natal, que neste ano serão instaladas na Praça XV de Novembro (Matriz), Centro; no complexo turístico Ponta Negra, Ponta Negra, zona Oeste; na rotatória do Produtor, no Jorge Teixeira, zona Leste; e na entrada do bairro da Cidade Nova, na confluência das avenidas Torquato Tapajós e Max Teixeira, na zona Norte.

O segundo eixo “Noites Felizes” prevê a realização de programações artísticas e culturais, entretanto, em decorrência da pandemia da Covid-19, as apresentações não serão realizadas, evitando assim aglomerações. Em anos anteriores, o “Noites Felizes” proporcionou que grupos de corais ou de teatro formados por estudantes de escolas municipais, estaduais e grupos de idosos, se apresentassem em espaços públicos municipais. Realizadas em diversos pontos da cidade, o “Noites Felizes” tem a missão de levar o brilho das luzes, o encanto dos personagens e a alegria das músicas natalinas às famílias de Manaus.

O terceiro eixo do Natal do Abraço são os “Almoços Solidários”. Realizados nas cozinhas comunitárias mantidas pela Prefeitura de Manaus, os “Almoços Solidários” atendem pessoas em situação de rua e em vulnerabilidade social. A iniciativa permite que essas famílias, público-alvo das cozinhas comunitárias, possam desfrutar de uma ceia natalina completa, além de apresentações culturais.

Neste ano, em virtude da pandemia, o formato dos almoços também será modificado. Os usuários das cozinhas comunitárias não ficarão nos espaços das cozinhas, eles pegarão suas marmitas e irão fazer a refeição em outro local.

Parceria

 A presidente do Fundo Manaus Solidária também destaca outro exemplo de que o conceito de abraço possui significados mais amplos, com a campanha “Abraço Solidário na Pandemia”, que consiste na doação de cestas básicas para famílias diretamente afetadas pela pandemia de Covid-19.

Fruto de uma parceria com o governo da França, o “Abraço Solidário na Pandemia” já entregou aproximadamente 9 mil cestas básicas para famílias das zonas urbana, rural e ribeirinha de Manaus nos últimos três meses. Até o fim deste ano, mais de 15,5 mil famílias serão atendidas pela campanha.

“Abraçar as pessoas com práticas solidárias, gestos de boa vontade e palavras amigas são prerrogativas muito presentes em todas as ações realizadas pelo Fundo Manaus Solidária. É assim no Natal do Abraço e é assim também no ‘Abraço Solidário na Pandemia’. Além disso, as duas iniciativas demonstram que, mesmo em meio ao maior desafio das administrações públicas de todos os tempos, a Covid-19, a Prefeitura de Manaus se manteve ativa e presente na vida das pessoas, reforçando a atenção ao básico, que é a alimentação, e também incentivando a população a deixar ainda mais solidária esta época tão bonita existente no nosso calendário, o Natal”, pontuou Elisabeth Valeiko Ribeiro.

— — —

Texto – Divulgação / Fundo Manaus Solidária

Fotos – Karla Vieira / Fundo Manaus Solidária

 Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmSuBiyw