‘Março Lilás’ é encerrado com ação de cidadania no Centro de Referência da Mulher

A Prefeitura de Manaus reforçou o seu compromisso com a mulher com a última ação de cidadania da programação do “Março lilás” realizada nesta sexta-feira, 29/3, na sede da Subsecretaria de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos, também conhecida como Centro de Referência da Mulher (CRDM), na rua Araxá, nº 224, Praça do Conjunto Duque de Caxias, bairro Flores, zona Centro-Sul. A ação foi coordenada pelo Fundo Manaus Solidária e Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

Mulheres de várias zonas da cidade prestigiaram a programação dedicada a elas. Foram ofertados serviços de emissão de documentos, sendo emissões da segunda via do RG; 41 viabilizações da certidão de nascimento, sete orientações do Cadastro Único, além de 69 atendimentos jurídicos e psicossociais e 65 atendimentos de embelezamento.

Nas cinco edições de ações de cidadania organizadas pelo Fundo Manaus Solidária em parceria com as Semasc, Saúde (Semsa), do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) e Fundação Doutor Thomas (FDT), foram registrados mais de 1.700 atendimentos para o público feminino em serviços de garantia de direitos, assistência social, saúde e embelezamento.

“Esses números demonstram que as ações foram bem-sucedidas e marcaram o ‘Março Lilás’. Nós conseguimos chegar até as mulheres e levar cidadania, embelezamento, proteção e saúde. O prefeito Arthur Virgílio Neto e a primeira dama Elisabeth Valeiko Ribeiro têm a preocupação de manter essas ações durante todo o ano, para que a mulher manauara sempre se sinta acolhida”, destacou a secretária da Semas, Conceição Sampaio.

A programação do “Março Lilás” é totalmente dedicada à mulher manauara e visa chamar a atenção da sociedade sobre a importância dos exames preventivos, em especial o do colo do útero, e também para o combate à violência contra a mulher.

“Nós ficamos felizes, porque a proposta era fazer essa integração de ações das secretarias para atingir o maior número de mulheres possíveis, demonstrando o cuidado que a Prefeitura de Manaus tem com a mulher”, pontuou a vice-presidente do Fundo Manaus Solidária”, Mônica Santaella.

Para Fabiana Lima, as ações ajudam as mulheres a ficar em dia com a saúde, garante acesso à documentação e a serviços essenciais. “Eu vim fazer o cadastro do CadÚnico e aproveitei para ficar em dia com a aparência. Fiz as sobrancelhas, limpeza de pele, maquiagem e os cuidados da pele” relatou.

A Subsecretaria de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos é responsável por formular e executar ações afirmativas voltadas para a prevenção, combate e enfrentamento à violência contra as mulheres, além de promover assistência às mulheres em situação de risco, vulnerabilidade social e violência doméstica.

“As mulheres podem nos procurar, porque sempre serão muito bem acolhidas. Temos vários tipos de acompanhamentos que oferecem cursos, capacitação, assistência social, atendimento jurídico e psicossocial, que funcionam durante todo o ano, para ajudar todas as mulheres em situação de vulnerabilidade”, explicou a subsecretária Socorro Sampaio.

A subsecretaria também promove campanhas e ações de cidadania, com emissão de documentos básicos e orientações pertinentes aos programas sociais, ampliando a cidadania das mulheres das áreas urbana e rural de Manaus, e sensibilizando a população para as consequências dos vários tipos de violência contra a mulher.

 

Denúncias

Caso haja denúncias de violação dos direitos das mulheres, a população deve recorrer à central de atendimento à mulher, o 180; para o Disque denúncia; 181; ou para a própria Subsecretaria Municipal de Políticas Afirmativas para Mulheres pelo 3214-5080 ou 0800 092 6644.

 

Texto: Alexandro Machado e Jordana Santos / Semasc

Fotos: Marinho Ramos / Semcom

 

Disponível emhttps://flic.kr/s/aHsmbbc2Nv