Garantia de direitos e embelezamento são ofertados a mulheres da terceira idade

A manhã desta quinta-feira, 15/3, no Parque Municipal do Idoso (PMI), Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul foi de muita alegria, diversão, descontração, mas sobretudo, muito serviço às mulheres da terceira idade. Promovida pela Prefeitura de Manaus como parte das comemorações do Mês da Mulher, a Ação de Cidadania permitiu que, aproximadamente, 250 idosos fossem atendidos com os serviços colocados à disposição do público da melhor idade.

As idosas tiveram acesso a vacinação, testagem rápida para doenças sexualmente transmissíveis, emissão de documentos, da Carteira de Estacionamento para vaga especial; orientações jurídicas e psicossocial. Embelezamento, com corte de cabelos, limpeza de pele e esmaltamento, também fizeram parte da programação de serviços.

Já para o público em geral, a Ação de Cidadania ofereceu distribuição de mudas ornamentais, frutíferas e medicinais, além de duas apresentações culturais realizadas pelos artistas do Parque Cidade da Criança. Uma delas, a peça “Imitose Múltipla” foi especialmente desenvolvida para ser apresentada aos idosos que frequentam o Parque do Idoso. A atração musical ficou por conta da seresta Prosa e Poesia, que tocou clássicos da MPB e do samba de raiz, colocando os idosos para dançar.

Coordenada pelo Fundo Manaus Solidária, a Ação de Cidadania teve a participação efetiva das secretarias municipais da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), de Saúde (Semsa), de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Juventude, Esporte e Lazer (Semjel); do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), Fundação Doutor Thomas e Casa Militar.

Conforme a vice-presidente do Manaus Solidária, Mônica Santaella, que esteve na ação representando a presidente e primeira-dama, Elisabeth Valeiko Ribeiro, a atividade destinada às mulheres da terceira idade foi uma “exigência” dela, dado o carinho, respeito e atenção especiais que ela tem com as meninas, tanto da FDT quanto do Parque do Idoso.

“A nossa primeira-dama fez questão, desde o início do desenvolvimento da programação, que a terceira idade fizesse parte do Mês da Mulher. Ela e o prefeito Arthur Virgílio têm um carinho muito especial pelos idosos, pelo parque e sabem que esse amor em forma de serviço representa um pouco do respeito que todos nós devemos ter com a terceira idade. Trago aqui, em nome dela, o agradecimento de todos nós por esta manhã tão especial para todos nós”, falou.

Frequentadora do Parque do Idoso desde 2006, Lucirene de Brito, disse que não perde nenhuma ação realizada no local, pois sabe que todas são preparadas com muito cuidado, respeito e que são todas pensadas com o objetivo de fazer com que os idosos se sintam prestigiados. Ela aproveitou a Ação de Cidadania para cortar os cabelos e prestigiar as atividades culturais.

“Acho essas ações maravilhosas, porque além de dar a oportunidade às idosas que não têm como ir a um salão, aqui nós somos valorizadas, ficamos felizes, bonitas e as profissionais que nos atendem têm a oportunidade de colocar em prática o que fazem de melhor e divulgam seu trabalho. Essa ação foi muito boa mesmo”, afirmou.

A diretora-presidente da Fundação Doutor Thomas (FDT), Martha Moutinho, acompanhou a ação e agradeceu pelo carinho dispensado por todos os profissionais que atenderam o público presente nesta manhã no Parque do Idoso. “Agradecemos ao prefeito Arthur, à nossa primeira-dama Elisabeth e a todos os profissionais que fizeram a manhã dos nossos idosos ainda mais feliz. Os nossos meninos também querem um dia especial como esse e nós já pedimos, desde já, que o Fundo Manaus Solidária prepare algo tão lindo para eles como foi feito para nossas meninas. Só temos a agradecer”, disse.

Serviços

A Semmasdh, por meio dos serviços coordenados pela subsecretaria de Políticas Públicas Afirmativas para as Mulheres, fez 22 orientações coletivas para o Cadastro Único (CadÚnico), 150 atendimentos de embelezamento, 10 orientações jurídicas, 10 orientações psicossocial, duas emissões de Registro Geral (RG) e 50 orientações coletivas para resolver assuntos relativos a expedição do RG.

Já a Semmas, além da distribuição de mudas, também expôs produtos feitos a partir do reaproveitamento de resíduos sólidos, como pet e papelão com a finalidade de divulgar as oficinas que o órgão oferece para a população. Foram distribuídas 300 mudas, de espécies variadas, a exemplo de cupuaçu, cacau, biribá, acerola, azeitona, pitanga, além das ornamentais e medicinais, como dracena, onze horas, ararinha e boldo e sara-tudo.

A dona de casa Arlete Paulino de Oliveira, 61, moradora do São Jorge, ficou satisfeita com a distribuição de mudas. “Estou achando maravilhoso, amo flores e se pudesse levaria ainda mais para casa”, afirmou.  Apesar de ter pouco espaço, ela disse manter o quintal da sua casa arborizado e com jardim. A exposição de reaproveitamento de resíduos também chamou a atenção dos idosos e da gestão do Parque Municipal do Idoso, que já solicitou da Semmas a realização de uma oficina no local.

— — —

Texto: Divulgação / Semcom

Fotos: Altemar Alcântara / Semcom

Disponíveis emhttps://flic.kr/s/aHsmh5pcWT