Crianças da Zona Norte são beneficiadas pelo projeto ‘Uma Tarde no Museu’

Na quinta-feira, 14, uma tarde de muito aprendizado e diversão no Museu da Cidade de Manaus, no Centro da cidade, foi oportunizada a 15 crianças do Lar Francisco de Assis. Essa iniciativa faz parte do projeto ‘Uma Tarde no Museu’, oferecido pela Prefeitura de Manaus por meio do Fundo Manaus Solidária. O projeto tem como propósito ofertar momentos de entretenimento e contato com a cultura e história de Manaus a grupos de todas as idades de bairros periféricos, em situação de vulnerabilidade ou atendidas por organizações da sociedade civil sem fins lucrativos.

Na sexta visita ao Museu, a instituição beneficiada foi o Lar Francisco de Assis, localizado no bairro Santa Etelvina, zona Norte. O Lar desenvolve atividades sociais, educativas, afetivas e espirituais às crianças, jovens e adultos do bairro e comunidades no entorno.

Para a psicóloga do Fundo Manaus Solidária, Andressa Guerreiro, 40, a experiência que o projeto tem proporcionado às crianças irá agregar valor e enriquecer o conhecimento delas desde cedo, fortalecendo a iniciativa da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro. “É mais fácil as pessoas de fora conhecerem nossa cultura do que as pessoas da nossa cidade e trazendo essas crianças para cá, podemos fazer com que eles valorizem desde cedo o que temos em Manaus”, explica.

Mas se engana quem pensa que o projeto tem beneficiado apenas as instituições, de acordo com Grace Perdigão, que faz parte da Diretoria de Cultura do Museu da Cidade, o ‘Uma Tarde no Museu’ tem trazido públicos diversos que vão para o Museu conhecer a história da cidade, além da cultura, as lendas e o clima. “Para nós do Museu é um prazer receber todos esses grupos que levam consigo tudo o que o que temos a oferecer. Com certeza irão reproduzir e repetir o que viram na visita de hoje”, comenta.

Durante a visita, a monitora pedagógica do Lar São Francisco de Assis, Michelle Rodrigues, afirma que as crianças estão muito agradecidas de estar visitando um museu pela primeira vez. “Elas estão se identificando culturalmente com a nossa cidadania amazonense, reconhecendo no Museu como é nosso rio ou itens que foram utilizados pelos nossos antepassados. Elas estão muito alegres e curiosas com tudo o que viram”.

Apesar de a visitar ter sido encantadora para as crianças de forma geral, a atração principal do Museu para a beneficiada do Lar, Izabela Farias, 8, foi o ‘balde mágico; um barril que conta de forma interativa algumas lendas indígenas amazônicas.

O Museu da Cidade está aberto de terça-feira a domingo, das 9h às 17h, com última visita se iniciando às 16h20, e está localizado em frente à Praça Dom Pedro II, Centro.

—–

Texto: Nicole Baracho / Manaus Solidária

Fotos: Marinho Ramos / Semcom

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHsmys8bvV