No ano passado, o Projeto Batalhão Militar Juvenil preparou 40 jovens para o monitoramento de ações em escolas públicas para o combate ao bullying e às drogas. A primeira escola municipal apoiada por estudantes do projeto foi a Guilherme Barbosa Barker, no bairro Santo Antônio